Mais de 181 mil ementas vendidas na Rota do Petisco 2018

Mais de 181 mil ementas vendidas na Rota do Petisco 2018

O ano de 2018 trouxe uma Rota do Petisco com um novo modelo, mas houve algo que não mudou: a forte adesão do público a este evento que, desde 2011, tem posto o Algarve a petiscar. Esse é um sucesso provado pelos números. Na passada sexta feira, dia 16 de Novembro, a Casa Manuel Teixeira Gomes encheu-se para ouvir um número mágico: 181.807 ementas da Rota vendidas.
Mas continuemos com os números: 1 Rota Regional, 32 dias, 13 municípios abrangidos, 277 estabelecimentos participantes. Este ano, crescemos. Pela primeira vez, a Rota chegou à fronteira, onde se estrearam mais 4 novos municípios, Albufeira, São Brás de Alportel, Tavira e Castro Marim. Uma aposta ganha e com uma promissora margem de crescimento. Esta edição da Rota registou um total de 181.807 ementas vendidas.
No total, a Rota do Petisco 2018 registou um impacto económico directo (valor de ementas comercializadas) que superou o meio milhão de euros (508.875 mil euros), um montante ainda mais significativo se confrontado com o custo da realização do evento, estimado em cerca de 320 mil euros, sendo grande parte deste investimento suportado por trabalho voluntário.
Tais números também exprimem a forma como o evento foi promovido dentro e fora do Algarve. Em 2018, o investimento em divulgação e marketing repercutiu-se no interesse suscitado junto dos media regionais e nacionais. Um dos veículos fundamentais para essa divulgação foi o website da Rota do Petisco. Cerca de 125 mil visualizações foram registadas ao longo de todo o evento.
Mais do que os números, o importante é o que estes geram. Podíamos falar da alegria que invade as ruas durante a Rota, da partilha de bons momentos entre amigos, do impulso dado à restauração e ao comércio local, mas foquemos a atenção num dos aspectos mais significativos deste evento – a sua vertente solidária. Este ano, a Rota Solidária HPA Saúde conseguiu angariar 20.513€ que, nos próximos meses, serão distribuídos por 14 projectos sociais desenvolvidos por organizações locais. Na noite da passada sexta-feira, a assinatura dos protocolos com estas instituições constituiu um dos momentos mais emotivos.
A Festa da Conclusão da Rota também deu a conhecer os estabelecimentos eleitos pelos petiscadores como as 7 Estrelas da Rota, quer ao nível da qualidade da ementa, quer da capacidade de transmitir o chamado “espírito da Rota”, um misto de simpatia, hospitalidade e boa disposição.
Para aqueles que revelaram uma mais apurada veia artística, quer no desenho, quer na fotografia, estavam reservados os prémios da Rota da Ilustração e Rota das
Imagem, oferecidos por MODO e André Mota – Fotografia e Vídeo. Os melhores trabalhos estarão patentes na exposição “Gentes da Rota” na Casa Manuel Teixeira
Gomes, de dia 4 a dia 31 de Dezembro, sendo a inauguração oficial no dia 7 de Dezembro.
Mas é preciso sublinhar que a Rota do Petisco 2018 nunca teria sido possível sem a conjugação de esforços e o trabalho de equipa. Organizado pela associação Teia
D’Impulsos, o evento voltou a alicerçar-se nas parcerias entre entidades públicas, associações de cidadãos e empresas, sendo uma prova viva de como a união de sinergias pode dar valiosos frutos. A Rota contou com o patrocínio oficial da cerveja Bohemia, que deu um contributo essencial para a concretização do evento. O patrocínio do Grupo HPA Saúde, à Rota Solidária. Também inestimável foi o apoio concedido pelos municípios por onde a Rota passou, sempre prestáveis a tornar esta iniciativa uma realidade. Os agradecimentos têm de ser alargados aos restantes parceiros do evento, a todos os que contribuíram generosa e gratuitamente para o programa de animação da Rota do Petisco, aos media partners e a quem pôs o seu know-how ao serviço da construção dos meios de divulgação e comunicação do
evento. A todos, muito obrigado! Para o ano há mais.

Mais informações acerca da Rota do Petisco em rotadopetisco.com ou através do email rotadopetisco@teiadimpulsos.pt.

 

Portimão, 20 de Novembro de 2018
A Direcção da Teia D’Impulsos